Depoimentos

Leonardo Glavina Cruz

Eng. Eletrônica e Programação - UNICAMP

Austria

Agosto de 2008 até Julho de 2009

Quando consegui a vaga para a Austria parei para pensar e percebi que não sabia muito a respeito do país. Então comecei a pesquisar a respeito e me deparei com uma cultura riquíssima, uma história muito intensa, sendo no passado parte de um dos grandes impérios europeus, o Austro-Hungaro.  Posso dizer que já estava me apaixonando pelo país antes mesmo de viajar, e isso se concretizou chegando aqui.

Cheguei em Vienna e tive que pegar um trem para a cidade em que iria estagiar, Leoben, cruzando uma boa parte da Áustria. E o que vi foi um país lindo, uma paisagem que nem o mais exigente dos escritores bucólicos poria defeito. Conhecendo um pouco mais, descobri uma ótima culinária, com traços germânicos e influência muito positiva da culinária húngara, além das cervejas nacionais que, diga-se de passagem, são deliciosas.

Outro fator que me incentivou muito a vaga na Austria foi sua localização geográfica, ficando muito facil de viajar ao redor, tanto para o leste europeu como a “europa clássica”, sendo também servida por voos de empresa aereas low fair.

Como Leoben é uma cidade pequena, fiquei acomodado num lugar perto de qualquer coisa na cidade, na avenida principal. Um lugar comfortavel que me ofereceu tudo o que eu precisei.

Sobre o comite local de Leoben: eles são incríveis! Fui muito bem recepcionado e sempre tive ajuda e suporte deles, seja em pequenos problemas a resolver até convites diversos pra festas/bares/etc. Nos meses de verão, quando tínhamos muitos estagiários por aqui, tinhamos uma agenda razoavelmente cheia: terça feira, poker night; quarta, international dinner night (cada quarta um estagiario, de uma nacionalidade diferente, era o chef), quinta e sexta dia das cervejas na hauptplatz e emendando com algum bar e no fim de semana, claro, viagens pros mais diversos lugares, seja em eventos do IAESTE ou em viagens planejadas com os outros estagiários.

Meu estágio também é muito legal: estou dominando o Matlab e desenvolvendo um grande projeto para a empresa, o que está me agregando enormemente pois não tinha um conhecimento grande do software. Não poderia ser melhor: tenho todos meus direitos trabalhistas, os mesmos que os austríacos, como seguro saúde coberto pela empresa, direito a 25 dias úteis de férias, que eu posso tirar quando eu quiser, não necessariamente todos juntos, horário totalmente flexível, um chefe muito amigável e compreensível e uma carga de aprendizado altíssima. Outra coisa que me supreendeu, também, foi a descoberta de que a empresa em que eu trabalho está em processo de compra de uma empresa brasileira da área, então no meu primeiro dia de trabalho tive uma conversa com meu chefe que afirmou que talvez possamos ter um “relacionamento mais longo”.

Enfim, experiência fantástica, com certeza a melhor da minha vida. Conhecendo pessoas do mundo inteiro, viajando pra lugares que antes  não passavam de sonhos e aprendendo muito, com o estágio e com a vida.

Recomendo o programa! Tanto que já estou pensando em embarcar pra um segundo estágio, mesmo ainda não tendo terminado o primeiro.

Veja Também: