Depoimentos

André Marques Jorge

Arquitetura e Urbanismo - UNICEUB (Centro Universitário de Brasília)

Sérvia

Julho a Agosto de 2013

Belgrado. Belgrade. Beograd. 

Depois de viajar pelo céu por mais de um dia e passar pelos ricos reinos da Europa Ocidental se chega à "Cidade Branca”, Belgrado, na península Balkã. Localizada entre dois lendários rios, o Danúbio, que liga importantes cidades do antigo continente e o Sava, um importante rio local. Belgrado está também situada em meio a infinitas rotas de comércio que ligam a Europa Ocidental, Oriental, a Asia e o Oriente Médio. Sua história parece infinita, já passou por mãos Gregas, Romanas, Bizantinas, Sérvias, Otomanas, Austro-Húngaras e se tornou a capital da Iugoslávia e da Sérvia. Há algo de curioso em Belgrado, a aparência de suas construções e a pintura de suas fachadas não se fazem importantes. A cidade é dura, não receia em mostrar suas ruínas, prédios bombardeados e o ton cinza e escuro que tomou à força suas ruas após seus mais de 30 conflitos que uniram seu forte povo... Aqui as prioridades são outras. O que realmente parece importar é o essencial ao homem, sendo uma cidade compacta e com uma densidade saudável. Se pode chegar à qualquer lugar com facilidade, caminhar nas ruas a qualquer hora. Agora, por hora, pelas ruas existe paz. A cidade parece estar por descansar, se preparando para estar mais uma vez, pronta para mais estórias.

Cheguei na terceira semana de Julho e deveria ficar 7 semanas, mas adiei minha volta mais uma semana, não consegui deixar aquele lugar. Éramos por volta de 60 estudantes de todo o mundo e Beograd nos recebeu para trabalhar. Belgrado é uma cidade que parece ter seu próprio tempo, seu próprio rítmo.

Veja Também: